Buscar
  • Manuela Prudente

Medo de errar

Há três anos o meu maior medo era errar. Eu tinha PAVOR de não cumprir expectativas, de não ser elogiada, de não me sentir superior a alguém. Eu tinha medo de me abrir para o desconhecido que surge quando você está disposta a errar. Indo direto ao ponto: eu tinha medo de ser responsável pela minha vida. Foi duro mudar, mas consegui porque tenho a habilidade de perseverar - note que eu disse habilidade, não talento, pois pode ser CULTIVADO. Quando comecei a tatear o campo da criação e do empreendedorismo, “tropecei” em frases como "Se você não está disposto a arriscar, esteja disposto a uma vida comum" – Jim Rohn; “Vale lembrar que, para qualquer mudança acontecer na sua vida, você precisa estar errado em alguma opinião.” – Mark Manson; “Para muitos o chão é o fim de tudo, para nós é só o começo.” – Hélio Gracie. Todas elas me ajudaram a compreender que eu não devia temer errar, mas sempre acertar, pois isso significa que nunca tentei realizar algo significativo na minha vida. Hoje, quando erro agradeço o aprendizado e quando acerto, já trato de “errar” de novo.

1 visualização

© 2023 por Jéssica Couto. Criado orgulhosamente com Wix.com